16/10/2017:

Certificação sem laboratório é achismo. Laboratório sem certificadora é engenharia sem inteligência.

O mundo não está interessado nas falhas que você encontrou. Ele quer saber como você conduziu a avalição da conformidade até o resultado final.


Precisamos entender qual é o papel de cada um para podermos entregar produtos, processos e serviços com qualidade assegurada.

 

Definições:

  1. Normalização (melhor definição)

Atividade que estabelece, em relação a problemas existentes ou potenciais, prescrições destinadas à utilização comum e repetitiva com vistas à obtenção do grau ótimo de ordem em um dado contexto. Consiste, em particular, na elaboração, difusão e implementação das Normas.

   2. Laboratórios

É uma sala ou espaço físico devidamente equipado com instrumentos de medida próprios para a realização de experimentos e pesquisas científica diversas, dependendo do ramo da ciência para o qual foi planejado.
   3. Certificação
É a declaração formal de comprovação, emitida por uma associação que tenha fé pública, isto é, tenha credibilidade perante a sociedade e autoridade legal / moral (Inmetro). Deve ser feita seguindo um ritual (Procedimento) e ser corporificada em um documento (CoC).


A IEx é uma Associação sem fins de lucro, independente, imparcial, comprometida e com a verdadeira dimensão de seu papel perante a sociedade.


Sabe da responsabilidade de ser o operador primário do sistema de certificação Inmetro, de forma a conferir inteligência as avaliações e não um mero localizador de falhas de produtos ou variâncias de produção.


Nossa analise engloba a aderência as normas, os ensaios de laboratório e o mais importante a adequação da engenharia de aplicação, engenharia de produto e a engenharia de produção.


Nossa avaliação do sistema de produção fabril não é mera repetição de tópicos do sistema de qualidade ISO 9001 e sim se as três definições acima são realidade e que estamos assegurando que seus produtos acessarão o mercado consumidor com a expectativa de qualidade que o mercado está aguardando.


IEx 4.0: MUITOS ORGANISMOS CERTIFICAM PRODUTOS, NÓS FAZEMOS A HISTÓRIA!​

17/07/2017:

Competência não basta. É necessário ter confiança em quem você contratou.

Inmetro audita o IEx em 2017

Começou nesta 2ª feira, mais uma auditoria de escritório para manutenção da acreditação Inmetro do OCP 0064, Associação IEx Certificações.


Uma equipe de 4 pessoas, formada por auditores e especialistas auditaram de forma minuciosa dezenas de processos de vários escopos acreditados para assegurar que o IEx cumpre aquilo que prometeu aos seus clientes.


Dizemos que não vida existe duas situações em que contratar empresas competentes não basta. É quando você contrata um advogado e um OCP.


Ao advogado, muitas vezes você está colocando sua vida, suas economias, seus sonhos nas mãos dele. Ao OCP você está contando seus segredos, suas virtudes, seu conhecimento.


Competência não basta. É necessário ter confiança em quem você contratou.


Ele vai conduzir o processo com ética, imparcialidade, confidencialidade e credibilidade desde o conceito até o fim da vida do produto.


E com o Inmetro é muito mais:
O Inmetro acredita o lEx para dar credibilidade nacional e internacional;

O Inmetro regula os produtos para proteger a sociedade, as pessoas, o meio ambiente e a justa competividade;

O Inmetro é muito mais. Ele empenha a sua palavra e a sua marca em nosso favor. Mostramos a cada passo que não foi em vão.

01/05/2017:

Quanto mais trabalhamos, mais sorte nós temos - Contratação da Isabella Roque

Estimados Clientes, Fornecedores e Acreditadores,


No dia do trabalho de 2017, nunca esta frase esteve tão presente na Cultura do IEx:
Quanto mais trabalhamos, mais sorte nós temos.


Criamos a área de desenvolvimento de negócios para que possamos fidelizar e manter uma relação ganha-ganha com os nossos clientes e fornecedores. Simples assim, mas difícil de realizar.


Nenhum OCP de pequeno porte possui a estabilidade e credibilidade financeira para atrair e manter profissionais por longo tempo.


Nenhum OCP de grande porte possui a agilidade e o conhecimento para atuar com uniformidade em seus escopos de mercado. Eles devem seguir as ordens de suas matrizes.


Somente um OCP independente, imparcial e com credibilidade pode fazer aquilo que os outros prometem:

  • Ter os melhores parceiros independentes nos países em que atuam;

  • Ter os melhores e mais brilhantes laboratórios acreditados ao redor do mundo;

  • Ter a dimensão exata de quem é o operador primário dos processos de certificação, sem a obrigação de encher este ou aquele laboratório.

 

Nesta data tivemos a oportunidade de contratar a Isabella Roque, 27 anos com passagem pelo mercado financeiro e na indústria de alimentos para gerenciar a nova área de Desenvolvimento de Negócios.

06/02/2017:

Rumo ao futuro - Reorganização do IEx

Estimados Clientes, Fornecedores e Acreditadores,

 

O IEx inicia a sua 3ª grande modificação desde a sua fundação em 2008. Inicialmente o IEx optou de ser uma certificadora de escopo único, na época, atmosfera explosiva.

Em 2010/2011, foi adquirida a área de certificação de produtos da fundação Vanzolini e aumento de diversos escopos do setor eletroeletrônico, desta forma a IEx consolidou sua liderança no setor de equipamentos industriais profissionais.

Agora em 2017, rumamos com velocidade ao encontro da Cultura IEx de ser. CULTURA é o modo como às pessoas executam as atividades.

Ela nos diferencia e mostra como somos, orientando nossas ações na organização e na sociedade.

Nossa cultura deve estar direcionada para atendermos com excelência nossos clientes, valorizar os nossos associados e entregar resultados;

Todas as empresas tem uma cultura, algumas têm disciplina, mas poucas têm a cultura da disciplina.

Muitos OCPs certificam produtos, Nós fazemos a história

02/12/2016:

Comunicação referente à Publicação da Portaria Inmetro Nº 544 de 24/11/2016 

Prezados Senhores,

 

Vimos por meio desta, informar que a nova Portaria  Inmetro Nº. 544 altera e corrigi a redação estabelcidas nos artigos 5º ao 9º da Portaria Inmetro Nr. 54 (“Requisitos de Avaliação da Conformidade para Equipamentos Eletricos sob Regime de Vigilância Sanitária”) -publicada no dia 01 de Fevereiro de 2016. 

  • Com esta nova portaria os Equipamentos sob Regime de Vigilância Sanitária deverão ser certificados em conformidade a partir de 01 de Maio de 2017 e devem-se  observar também os prazos e condições previstas na Instrução Normativa Anvisa Nº 4, de 10 de setembro de 2015 e suas substitutivas.

 

  • A Portaria Inmetro Nº 350:2010 só será revogada em 31 de Dezembro de 2022.

 

  • Todos os solicitantes, importadores, fabricantes com certificados emitidos conforme a Portaria Inmetro Nº 350:2010 deverão se adequar à nova Portaria #54:2016 na data da renovação do certificado, caso esta ocorra a partir de 30 de Abril de 2017.

 

  • Para contratos de certificação assinados até dia 30 de Abril de 2017 porém certificados emitidos após dia 01 de Maio de 2016 estes serão emitidos sob a luz da portaria vigente #350:2010 até o prazo máximo de 30 de Abril de 2018.

 

  • Abaixo estão relacionadas as diferenças entre a Portaria #350:2010 e #54:2016

07/12/2016:

Lembrete referente à Publicação da Portaria Inmetro Nº 407 de 21/08/2015 

Prezados Senhores,

 

Acreditamos ser de vosso interesse relembrá-los sobre o conteúdo da Portaria Inmetro Nº 407 de 21 de Agosto de 2015 a qual promove aperfeiçoamentos aos Requisitos de avaliação de conformidade para Bens de Informática (Portaria 170/2012) especificamente as regras de certificação para os equipamentos de grande porte e aos critérios para seleção de laboratórios de ensaios

  

  • Segundo esta portaria, serão aceitos relatórios de ensaios emitidos por laboratórios reconhecidos no âmbito do Worldwide System for Conformity Testing and Certification of Electrotechnical Equipment and Components IECEE CB Scheme;

 

  • O Certificado da Conformidade tem validade por um período de 3 anos;

 

  • Os equipamentos altamente especializados estarão isentos de ensaios de manutenção desde que estejam mantidas as mesmas condições iniciais da certificação por ocasião da auditoria de manutenção.